Doenças Ocupacionais e Como Afetam a Saúde dos Colaboradores

As doenças ocupacionais podem causar muitos prejuízos para a saúde dos colaboradores, além de prejudicar a qualidade de vida e a produtividade no trabalho. Por isso, é essencial conhecer os tipos mais comuns de doenças ocupacionais e as formas de prevenção para manter a saúde em dia.

Tipos de doenças ocupacionais

As doenças ocupacionais podem ser divididas em quatro tipos principais: doenças causadas por repetição, auditivas, respiratórias e psicossociais. A seguir, vamos explicar cada uma delas em detalhes.

Doenças causadas por repetição

As doenças ocupacionais causadas por repetição são as mais comuns entre os trabalhadores. Elas ocorrem quando o colaborador executa o mesmo tipo de movimento sistematicamente e constantemente, como digitar por longas horas ou ficar sentado por muito tempo.

Entre as doenças ocupacionais mais comuns desse tipo, estão a lesão por esforços repetitivos (LER) e o distúrbio osteomuscular relacionado ao trabalho (DORT). Essas síndromes podem causar dores musculares, tendinites, bursites, epicondilites, síndrome do túnel do carpo, entre outras.

Para prevenir essas doenças ocupacionais, é importante fazer pausas regulares para descanso e alongamento, além de manter uma postura adequada durante o trabalho. Também é recomendado utilizar equipamentos ergonômicos e ajustáveis, como cadeiras e mesas.

Doenças auditivas

As doenças ocupacionais auditivas ocorrem quando o trabalhador fica exposto a ruídos excessivos por longos períodos sem utilizar equipamentos de proteção individual (EPIs) adequados. Esse tipo de doença pode causar dor de cabeça, irritabilidade, sensação de zumbido nos ouvidos, perda de audição moderada ou grave.

Para prevenir as doenças auditivas ocupacionais, é essencial utilizar protetores auriculares adequados e evitar a exposição prolongada a ambientes barulhentos.

Doenças respiratórias

As doenças ocupacionais respiratórias ocorrem quando o trabalhador é exposto diariamente a ambientes que liberam resíduos químicos, como em indústrias químicas e construção civil. Esse tipo de doença pode causar dificuldade para respirar, tosse, reações alérgicas, chiado no peito e cansaço.

Para prevenir essas doenças, é importante utilizar EPIs adequados, como máscaras de proteção, e verificar se o equipamento é adequado para a função executada.

Doenças psicossociais

As doenças ocupacionais psicossociais são aquelas que afetam a saúde mental do trabalhador, como o estresse, a falta de reconhecimento profissional e o assédio moral. Essas doenças podem causar sintomas como tristeza, preocupação excessiva, irritabilidade, taquicardia, depressão e falta de motivação.

Para prevenir as doenças psicossociais, é importante garantir um ambiente de trabalho saudável e equilibrado, com respeito mútuo entre colegas e chefes. Além disso, é essencial garantir um equilíbrio entre a vida profissional e pessoal, e buscar ajuda profissional caso necessário.

Prevenção de doenças ocupacionais

Além de conhecer os tipos mais comuns de doenças ocupacionais, é importante seguir algumas medidas para preveni-las. Além das medidas específicas já mencionadas para cada tipo de doença, existem outras ações que podem ajudar na prevenção, tais como:

  • Realizar exames médicos periódicos para avaliar a saúde do trabalhador e identificar precocemente possíveis problemas;
  • Capacitar os trabalhadores para a utilização adequada dos EPIs e orientá-los sobre os riscos do ambiente de trabalho;
  • Manter um ambiente de trabalho limpo e organizado, livre de agentes poluentes ou substâncias nocivas;
  • Promover ações de ginástica laboral e alongamento durante a jornada de trabalho;
  • Estimular hábitos saudáveis, como a alimentação balanceada e a prática regular de exercícios físicos;
  • Estabelecer pausas regulares para descanso e relaxamento durante a jornada de trabalho.

Ao adotar essas medidas preventivas, é possível garantir a saúde e a qualidade de vida dos colaboradores, além de reduzir os índices de absenteísmo e de afastamentos por doenças ocupacionais.

Plano de saúde empresarial na prevenção de doenças ocupacionais

O plano de saúde empresarial pode ser uma excelente opção para prevenir as doenças ocupacionais. Esses planos são oferecidos pelas empresas aos seus colaboradores e suas famílias como uma forma de garantir assistência médica e prevenção de doenças.

Além de cobrir consultas, exames e tratamentos, os planos de saúde empresariais também podem oferecer programas de prevenção de doenças ocupacionais. Esses programas incluem palestras, workshops, treinamentos e outras atividades que visam conscientizar os colaboradores sobre a importância da prevenção e os cuidados com a saúde.

Os programas de prevenção de doenças ocupacionais também podem incluir ações como ginástica laboral, massagem, orientação nutricional e psicológica, entre outras atividades que visam melhorar a qualidade de vida dos trabalhadores e prevenir o surgimento de doenças.

Além disso, o plano de saúde empresarial também pode oferecer atendimento médico de qualidade, o que pode ajudar a identificar doenças ocupacionais precocemente e garantir um tratamento adequado.

Investir em um plano de saúde empresarial que ofereça programas de prevenção de doenças ocupacionais é uma forma de valorizar os colaboradores e demonstrar preocupação com a saúde e o bem-estar de todos os envolvidos na empresa.

Banner Faça Simulação

Conclusão

As doenças ocupacionais podem causar muitos prejuízos para a saúde dos trabalhadores, além de comprometer a qualidade de vida e a produtividade no trabalho. Por isso, é essencial conhecer os tipos mais comuns de doenças ocupacionais e adotar medidas preventivas para evitá-las.

Com uma cultura organizacional que priorize a saúde e o bem-estar dos colaboradores, é possível manter um ambiente de trabalho saudável e equilibrado, com maior qualidade de vida e produtividade. Lembre-se sempre de buscar ajuda profissional caso necessário e de realizar exames médicos periódicos para avaliar sua saúde ocupacional.